domingo, 28 de junho de 2009

1 mês sem Zé Rodrix - Mensagem de Júlia Rodrix

Zé Rodrix & Julia em Recife, com o jornalista, compositor e
atual Secretário de Comunicação de Cabo de Santo Agostinho(PE), Gilvandro Filho- 2005

Alan,
O que dizer? Como dizer?


Agradecer, os 26 anos que ganhei tendo o prazer e a honra de conviver com este homem, este mestre de tantas artes, este ser humano de tantos humores e de sabedoria imensa e paciência curta para pequenices, burrices, preconceitos baratos, mesquinharias? Dizer o que perdi? Tudo seria pouco e difícil.


O Zé sempre foi e será um homem controverso, tipo ame-o ou deixe-o. Agora vejo que até mesmo aqueles que o detestavam, no fundo, tinham por ele respeito. Pela sua honra, pela sua ética, pela sua dureza contra qualquer coisa que não fosse no mínimo correta e justa.


Como Maçon lutou para que a Ordem voltasse a ser modelo respeitando seus fundamentos, fez pela Maçonaria durante 10 anos o que muitos não fizeram por séculos. Ou desfizeram, tornando a Maçonaria forma de poder e disputa em vez de uma Ordem de justiça, ética e fraternidade.
Pela música, você bem sabe foi contra dogmas, cultos por pessoas em detrimento a obras, culto à mídia no lugar do talento verdadeiro.


Seus textos nas listas que participava não eram mensagens curtas mas lições, pensamentos rápidos e muitas vezes hostis e mordazes para aqueles que estavam preparados para aquilo que querem, podem e conseguem entender o verdadeiro significado da palavra, do pensamento, do conhecimento.Para aqueles que se ofendiam, ele dizia apenas para não se levarem a sério, para não darem tanta importância a si próprios e às suas vaidades pessoais.


Como Pai, fez pelos 6 filhos o que um pai pode fazer. Deu o exemplo de correção, não com palavras, mas com atos, com atitudes. Ensinou a cada um deles o valor de ter amigos, de ser fiel a seus valores, de ser fiel a seus princípios, e de que a pior coisa que se pode fazer é trair a si próprio fazendo concessões. Ensinou o valor do trabalho, da realização dos sonhos e o prazer de ler, de conhecer, da busca. Tenho dois filhos dele e mais quatro de herança que me foram dados por ele como uma bênção.


Marya, uma maravilhosa filha mais velha, que tem a voz mais linda do mundo, compositora, cantora de musicais e atriz talentosa. Uma mulher de muita fibra, que vai lançar seu primeiro disco agora para orgulho de seu pai coruja que postava todos os trechos de suas performances nas listas. Dela tenho uma neta torta de 16 anos que se chama Morgana e que é uma luz de beleza e carinho, e também de um talento extraordinário.


Joy, um anjo de meiguice e doçura, psicóloga, que está desenvolvendo um projeto de atenção integral ao paciente e pelo qual o pai estava empolgadíssimo. É a mãe da Amodini, uma bênção de 5 anos de idade, que me disse que a Natureza não foi justa porque levou o vô Zé antes dele merecer, e veio do Rio para me dar colo.


Rafael, seu filho de Natal, um homem maravilhoso em inteligência, delicadeza, carinho e um profissional exemplar, que me conforta e aconchega por ser tão parecido ao meu amor e por ter um caráter de fazer inveja a qualquer um.


Mariana, obstetra, sempre pronta a atender, a cuidar, é a fazedora, a nossa mãe nas horas das dores, dos cuidados.


Antonio, meu primeiro filho com ele, meu companheiro, meu porto seguro, que herdou a memória, a sagacidade, a inteligência e o humor ferino, mas que é a doçura em doses imensas.


E por fim (será mesmo?) a Bárbara, que alguns já conhecem, que tem seu gênio, sua musicalidade, opinião própria, seu jeito de compor completamente diferente do pai, mas também não dá mole, como ela diz, pra ninguém e não é bengala de ninguém.


Dona Lourdes, a mãe dele com 81 anos, que mora comigo e que está bem, sofrendo, mas sabe que temos que continuar a vida como ele nos ensinou.


Quanto ao meu melhor amigo, ao meu amor, ao companheiro de uma vida tenho pouco a dizer porque ainda não consigo entender, não consigo escrever sem chorar muito.


Aos amigos só tenho a agradecer o apoio, ao amor que me tem dado e peço que não esqueçam sua obra, que não esqueçam seus ensinamentos, que não deixem que a mediocridade tome conta do mundo. Não permitam que o mundo emburreça, isto sim seria um insulto à sua memória. A burrice é o pior dos pecados, porque cega, anula e mata.


A você, Alan, muito obrigada pelo cuidado, pelo carinho e pelo trabalho que certamente eu te darei porque quero o endereço novamente do Orkut, quero os textos, que certamente lerei e selecionarei para uma publicação, seja pela editora ou pelo blog, ainda não sei. Todas as decisões serão tomadas por mim e pelos meus 6 filhos.Não sei como poderemos fazer isto mas gostaria de ter estes textos, todos os que estiverem disponíveis, tanto os dele como os dos admiradores, para poder ver o que fazer, afinal não vou deixar que suas palavras voem ao sabor dos ventos.


Um beijo e, mais uma vez, obrigada.


Julia para sempre Rodrix


27/junho/2009


(mensagem de Julia Rodrix ao jornalista Alan Romero, dirigida aos fãs, amigos e admiradores de Zé Rodrix do Orkut)

2 comentários:

Maria Valéria disse...

.
Hilda, Alan e Júlia,

Excelente! Parabéns!

Hilda,, muito bom você postar essa msg aqui no blog! Tenho certeza que muita gente vai ler e se emocionar!

Eu li a msg na comunidade do Zé no Orkut, assim que o Alan a postou, e respondi logo, achei linda a msg!

Vou reproduzir aqui abaixo o que escrevi na comunidade.

Beijos,
Maria Valéria.
¨¨
¨¨
Mensagem no Orkut:

Querido Alan,
.
Que linda mensagem a Júlia nos enviou, adorei cada palavra!
E, fiquei impressionada e emocionada em perceber a fortaleza dentro desta mulher que perdeu o amado há tão pouco tempo! Como ela teve clareza para escrever tão bem e em detalhes sobre como era o Zé e como são as pessoas em volta dela, muito lúcida!
.
Por favor, transmita à ela o meu abraço, e o meu elogio e o meu agradecimento pela mensagem!
.
Quero entrar em contato com ela pq guardei os jornais aqui de BHz do dia da partida do Zé, tenho 2 cópias de cada, além das cópias que tirei da internet. Uma cópia vai para a Hilda e a Marlene, para o blog, e a outra para a Júlia.
.
Em nossa comunidade 'Clube da Esquina - Oficial!' fiz uma homenagem ao Zé desde o dia 22 maio, substituí todas as comunidades relacionadas pelas comunidades de Zé Rodrix, e isso ainda vai ficar assim por algum tempo. Assim, as pessoas ficam sabendo e prestam as suas homenagens tb, tem acontecido algumas manifestações.
.
Parabéns pela iniciativa, Alan!
.
Beijos,
Maria Valéria.

.

Alan disse...

Hilda,
Gostei demais de ver o texto também aqui! As palavras da Júlia merecem ser lidas por um público muito mais amplo do que o dos participantes do Orkut.
Bjs